EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Há exatos 10 anos, em 4 de junho de 2010, a SpaceX lançava seu primeiro foguete Falcon 9, abrindo caminho para contratos bilionários com a Nasa para o transporte de carga e, mais recentemente, astronautas até a Estação Espacial Internacional (ISS).

O primeiro lançamento foi feito a partir da Base Aérea de Cabo Canaveral, na Flórida, e quase não decolou por causa de uma falha no sistema de terminação de voo, usado para destruir o foguete em caso de problemas.

publicidade

Felizmente a falha foi corrigida rapidamente e o primeiro Falcon 9 subiu levando um protótipo da cápsula Dragon até a Estação Espacial Internacional. Desde então a SpaceX fez 86 lançamentos, 84 deles bem-sucedidos, e 20 entregas de carga à ISS usando a primeira geração da Dragon, aposentada recentemente.

Design em evolução

O primeiro Falcon 9 era bem diferente do modelo que lançou a missão Demo-2, primeiro voo tripulado da SpaceX, no último sábado (30 de maio). A versão 1.0 era menos poderosa e o primeiro estágio era descartado, já que não era capaz de pousar em solo ou em uma balsa.

publicidade

Desde então a SpaceX desenvolveu a versão 1.1, primeira a retornar ao solo com sucesso, a versão 1.2 e a atual 1.2 Block 5. Em 2018 a empresa lançou o Falcon Heavy, um descendente mais poderoso do Falcon 9 que foi usado para enviar o Tesla Roadster de Elon Musk ao espaço.

Atualmente a empresa trabalha no desenvolvimento da Starship, espaçonave com a qual pretende colonizar Marte, e do Falcon Super Heavy, foguete que será usado para enviá-la ao espaço.

Fonte: Space.com