EnglishPortugueseSpanish

Nesta sexta-feira (5), a Lua cheia vai apresentar um aspecto sombreado devido à ocorrência de um eclipse lunar penumbral. Não será possível observar o fenômeno a olho nu na maior parte das regiões do Brasil, mas habitantes de localidades na costa leste do país poderão acompanhar os estágios finais do evento astronômico.

O eclipse acontece quando a Lua está posicionada nas zonas penumbrais da Terra, em que parte da luz do Sol é impedida de chegar ao satélite. É diferente dos eclipses totais ou parciais, nos quais, boa parte ou a totalidade do nosso satélite natural está posicionada na zona de umbra – isto é, a região em que não há iluminação direta do Sol.

publicidade

De acordo com a plataforma de eventos astronômicos Time and Date, em Brasília, será possível observar somente um detalhe do sombreamento da Lua, a partir das 17h51. Já habitantes do estado de São Paulo poderão acompanhar o fragmento do eclipse por volta das 17h32. Em Recife, capital de Pernambuco, na região Nordeste do Brasil, o fenômeno será mais visível e deve ocorrer a partir das 17h14, no horário local.

Reprodução

Categorias de Eclipse. Imagem: Reuters, ITGD Design Team/Vikas Vashisht, Vikram Gautam

Como a Lua estará muito próxima do horizonte, o recomendado é observar o fenômeno de um local de alto ou em uma área desobstruída com vista livre para a direção leste-sudeste.

Outra opção consiste em acompanhar a ocorrência do eclipse lunar em outras regiões do planeta por plataformas digitais. O projeto europeu Telescópio Virtual 2.0, por exemplo, vai transmitir o fenômeno no céu de Roma, na Itália, a partir das 16h (horário de Brasília). Por lá, as condições de observação serão muito melhores, uma vez que o eclipse deve começar às 20h30, no horário local, e atingir o ápice às 21h24.

Fonte: UOL