EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Duas operadoras de telemarketing de seguros de saúde do Texas, Estados Unidos, terão que pagar uma multa recorde de US$ 225 milhões por fazer mais de um bilhão de ligações telefônicas para pessoas utilizando números falsos. John Spiller e Jakob Mears, e suas empresas, Rising Eagle e JSquared Telecom, foram condenados pela Comissão Federal de Comunicações (FCC) por violar a Lei de Defesa do Consumidor.

De acordo com a FCC, as duas companhias usavam “robocalls” (chamadas automatizadas que funcionam como spams telefônicos) para pessoas nos estados de Arkansas, Indiana, Michigan, Missouri, Carolina do Norte, Ohio e Texas.

publicidade

Inicialmente, as ligações ofereciam planos de grandes seguradoras, como Aetna e UnitedHealth – mas quando os consumidores pressionavam o botão para obter mais informações, eram transferidos para um call center que vendia planos de outras empresas. As operadoras de telemarketing ainda falsificaram o número de suas chamadas exibidas no identificador com a intenção de enganar os consumidores.

Isso fazia com que os clientes enganados reclamassem com as empresas que estavam sendo utilizadas sem seu conhecimento. De acordo com a FCC, as seguradoras maiores “ficaram sobrecarregadas com ligações” a ponto da rede telefônica ficar temporariamente “inutilizável”.

Via: The New York Times

publicidade