EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Mesmo com a crise econômica global que se avizinha, a Apple viu suas ações subirem nos últimos dias e se tornou a primeira empresa americana a atingir um valor de capitalização de mercado de US$ 1,5 trilhão. Investidores estão otimistas com a possibilidade do lançamento de um iPhone 5G e as boas vendas na App Store.

O valor de capitalização de mercado não é o mesmo que o valor da empresa (embora seja uma questão de tempo para a Apple valer US$ 1,5 trilhão), mas uma estimativa de acordo com as expectativas acerca de condições econômicas e monetárias futuras. Ele representa o número total de ações de uma empresa que está sendo negociada multiplicado pelo valor atual de negociação de uma ação. Na bolsa, indica a opinião do público acerca do valor da empresa.

publicidade

A avaliação da Apple no mercado de ações teve uma grande recuperação apesar de dois “sustos” nos últimos anos: um na virada de 2018 para 2019, quando os relatórios informaram que as vendas do iPhone estavam em declínio, e outro quando a pandemia se enraizou na China e afetou as operações de parceiros críticos da empresa.

Antes da Covid-19, as ações empresa chegaram a dobrar, em parte graças ao esforço do CEO Tim Cook para transformar a base de clientes leais da Apple em uma fonte de receita constante de serviços – incluindo streaming de vídeo e cartão de crédito. A Apple ainda iniciou uma campanha agressiva para recomprar algumas de suas próprias ações e reduzir suas reservas de caixa, que muitos investidores consideravam excessivas.

No último trimestre, a Apple teve uma receita de US$ 58,3 bilhões – um aumento de 1% em relação ao mesmo período do ano anterior. As vendas internacionais representaram 62% da receita. “Apesar do impacto global sem precedentes da Covid-19, estamos orgulhosos de informar que a Apple cresceu no trimestre, impulsionada por um recorde de todos os tempos em Serviços e um recorde trimestral de Wearables”, disse Cook.

Via: Ars Technica

publicidade