A Organização Mundial da Saúde considera que a utilização da dexametasona é um avanço científico importante na luta contra a pandemia do novo coronavírus. O anúncio veio depois que pesquisadores da Universidade de Oxford atestaram a eficácia da droga em testes.

Tedros Adhanom, diretor-geral do órgão, diz que esse é o primeiro tratamento que comprovadamente reduz a mortalidade em pacientes que necessitam de ventilação mecânica. Aqui no Brasil, a Sociedade Brasileira de Infectologia está otimista com os resultados. Segundo a organização, as evidências credenciam o medicamento a ser aplicado em pacientes no país.

publicidade