Pesquisadores de segurança israelenses encontraram uma série de vulnerabilidades em códigos usados por centenas de milhões de dispositivos conectados. Os bugs estão em códigos vendidos por uma empresa especializada em software para dispositivos de internet das coisas.

Entre os clientes que compraram os códigos com bugs estão a Intel e a HP. Os pesquisadores estimam que centenas de milhões de aparelhos podem ser afetados pelas falhas. As fabricantes foram alertadas em fevereiro e já criaram correções para seus produtos.

publicidade

Ainda assim, o caso é um bom exemplo do grande desafio de segurança trazido pela popularização de dispositivos conectados. Isso porque até mesmo falhas pequenas podem representar riscos imensos em sistemas essenciais para o funcionamento de hospitais, fábricas e cidades inteiras.