Os pagamentos digitais têm evoluído rapidamente. O mais novo participante nesse mercado é o WhatsApp. Depois que muitos empreendedores adotaram a plataforma para fazer negócios, oferecer uma ferramenta de pagamento diretamente no aplicativo acabou se tornando natural.

E será que a ideia é boa? Conceitualmente, é sim. Afinal, nada mais prático do que usar o mesmo meio para fazer o pedido e já pagar por ele. É o que acontece nos e-commerces e nos aplicativos de serviços em geral. Só que podem haver implicações e riscos.

publicidade

O professor da FGV Arthur Igreja acha que o recurso pode atrair muitos golpes para o aplicativo. Basta lembrar de outras modalidades de crime que usam o WhatsApp: o envio de links falsos e a clonagem de contas são muito comuns na plataforma.

Além disso, todo o histórico do Facebook, que é proprietário do WhatsApp, pode causar desconfiança nos usuários. Arthur lembra que a rede social já enfrentou inúmeros problemas com vazamento de dados e isso pode ter comprometido sua imagem.

Arthur Igreja conversou com exclusividade com a equipe do Olhar Digital sobre outros aspectos da segurança do WhatsApp Pay. Amanhã, você confere essa reportagem especial completa no nosso portal, www.olhardigital.com.br.