EnglishPortugueseSpanish

Chegar ao topo de uma das maiores e mais importantes empresas do mundo não é fácil, mas Sundar Pichai conseguiu. O CEO do Google credita seu sucesso a dois passos fundamentais que guiaram sua carreira desde que ele chegou aos Estados Unidos 27 anos atrás.

Muito antes de se tornar o principal nome de uma das gigantes da tecnologia, Pichai viveu uma infância pobre na Índia, e ao chegar aos Estados Unidos para estudar na Universidade de Stanford ele seguiu dois passos para atingir uma carreira de sucesso.

publicidade

Primeiro passo: Encontre a sua paixão

Trabalhar com uma paixão motiva a buscar sempre o melhor possível. “Procure aquilo que te empolga mais do que tudo no mundo”, sugere Pichai, lembrando que é preciso ter coragem para seguir a paixão.

Encontrar a paixão, diz Pichai, não é necessariamente seguir aquilo que se espera de uma carreira de sucesso. Ele lembra que abandonou o curso superior para seguir oportunidades do mundo da tecnologia. “Eu poderia ter um PhD hoje, o que faria meus pais se sentirem muito orgulhosos”, disse, “mas eu teria perdido a oportunidade de levar os benefícios da tecnologia para tantas pessoas,” concluiu.

O CEO do Google diz que trabalhar com a paixão é seguir um objetivo específico com a certeza de que aquilo vai melhor a vida das pessoas e tornar o mundo um lugar melhor.

Passo 2: Mantenha a cabeça aberta

O mundo é dinâmico e as coisas mudam. Tenha sempre isso em mente e mantenha a cabeça aberta para novas ideias. Foi assim que Sundar Pichai chegou ao Google.

Quando chegou aos Estados Unidos, em 1993, ele sonhava em trabalhar com semicondutores. Mas foi bem naquela época que a internet começou a ganhar força: o navegador Mosaic foi lançado e a world wide web se tornou acessível.

Pichai entendeu que as melhores oportunidades estavam na web. Anos depois, ele entrou para o Google. Antes de se tornar o CEO da empresa, ele liderou entre outras coisas o desenvolvimento do navegador Chrome, hoje o mais popular do mundo e acessível por bilhões de dispositivos.

Via: Inc.com