Pesquisadores da Universidade Monash, na Austrália, descobriram uma substância que pode impedir o avanço do novo coronavírus no organismo humano. A descoberta veio da análise do comportamento da molécula α-ketoamida, que bloqueia uma das proteínas necessárias para a replicação do vírus.

Segundo os pesquisadores, o componente impede o vírus de se replicar. Isso pode deter a liberação de novas partículas virais e a infecção de outras células. Os cientistas esperam que a substância esteja disponível no mercado já no fim deste ano.

publicidade