Uma rede de laboratórios de 12 universidades federais e uma estadual que se transformaram em centros de diagnóstico de covid-19 pode dobrar a capacidade e chegar a 100 mil procedimentos por mês. A estimativa é do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações.

A iniciativa será coordenada pela Universidade Federal de Minas Gerais. Os kits para os testes, do tipo PCR, que detecta o vírus no organismo infectado, serão fornecidos pela Fundação Oswaldo Cruz.

publicidade