Usuários do Windows 10 estão reclamando que o Microsoft Edge está importando dados (favoritos e histórico de navegação) do Firefox mesmo antes que deem uma autorização para isso.

Segundo eles, o processo de importação de dados ocorre automaticamente durante a instalação do navegador. Mas a janela perguntando se o usuário deseja importar os dados só aparece no final, quando a tarefa já foi concluída. Os dados são excluídos se o usuário informar que não quer importá-los.

publicidade

Para alguns usuários a importação automática é uma violação de privacidade, e só deveria ocorrer após o consentimento. Para outros, é “mais um exemplo” da falta de respeito da Microsoft pelas escolhas de seus usuários.

Recentemente a empresa começou a testar uma nova versão do Windows 10, codinome 20H2, que será distribuída ao público no segundo semestre deste ano. Ao instalar a atualização, o antigo Microsoft Edge é substituído pela nova versão, baseada nas mesmas tecnologias Open Source usadas no Google Chrome.

Fonte: Pplware