EnglishPortugueseSpanish

Como era de se esperar, a Apple está enfrentando atrasos na produção dos iPhones 12. De acordo com o jornal japonês Nikkei, as interrupções na indústria chinesa em decorrência da pandemia de coronavírus já custaram à empresa de um a dois meses de atraso em relação ao cronograma original.

“A atual situação do progresso agora é mais de atraso em termos de produção em massa, mas a Apple está fazendo todo o possível para reduzir o adiamento”, disse o jornal.

publicidade

Segundo fontes do veículo, membros da equipe de hardware da Apple já retornaram a Cupertino para recuperar o tempo de inatividade. Além disso, os fornecedores chineses estariam sendo pressionados para acelerar a produção.

“Alguns novos prazos de projetos relacionados ao produto foram adiados desde que a equipe de hardware começou a retornar aos escritórios. A gigante da tecnologia e seus fornecedores também estão trabalhando horas extras para compensar o tempo perdido”, informou a publicação.

Reprodução

Renderização do iPhone 12. Imagem: Simulação/Phone Arena

Ao menos, a teoria de que os iPhones 12 seriam lançados apenas em 2021 dá lugar à possibilidade de um atraso de alguns meses, já que, para o Nikkei, mesmo com a retomada da produção, a Apple não será capaz de anunciar os novos smartphones até setembro, mês que costumeiramente marca as principais revelações da empresa.

O jornal também afirmou que, para não ser tão impactada pelo atraso dos lançamentos de 2020, a Apple já solicitou a produção de mais de 45 milhões de unidades de iPhones XR e 11 e do novo iPhone SE.

 

Via: MacMagazine