Um artigo de cientistas chineses publicado na revista Earth And Planetary Science Letters esclarece o mistério da “substância similar a um gel” encontrada no solo do lado distante da Lua pelo rover Yutu-2. O documento afirma que a substância é um tipo de vidro resultante do derretimento de material da superfície lunar.

O lado distante da Lua nunca foi explorado nas missões Apollo e, por isso, não há amostras de lá. Como não têm referências, os cientistas não podem determinar precisamente a composição do material.

publicidade