Grant Imahara, um dos apresentadores do programa de TV Mythbusters (“Caçadores de Mitos”, no Brasil) morreu nesta segunda-feira (13) vítima de um aneurisma cerebral. Ele tinha 49 anos.

Imahara era veterano da Lucasfilm, tendo trabalhado nas divisões THX e ILM (Industrial Light and Magic) e participado da criação de animatrônicos e efeitos especiais para filmes como Lost World: Jurassic Park, Matrix Reloaded e os episódios 1, 2 e 3 da saga Star Wars.

publicidade

Grant conheceu a fama no início dos anos 2.000 como concorrente do programa de TV Battlebots, onde os participantes construíam robôs que duelavam em uma arena até a morte. Embora seu robô Deadblow nunca tenha sido campeão do torneio, ele competiu nas três primeiras temporadas do programa, e foi até mesmo transformado em um brinquedo.

Entre 2005 e 2014 Imahara foi parte da equipe dos Mythbusters, trabalhando junto com os colegas Kary Byron e Tori Belleci na investigação de mitos, em paralelo com as estrelas do programa, Jamie Hyneman e Adam Savage. Sua especialidade eram os aspectos elétricos e mecânicos dos projetos, como a construção de máquinas.

Em 2016 o Mythbuster esteve no Brasil, onde fez uma apresentação durante a Campus Party falando sobre sua carreira. No mesmo ano Imahara se reuniu com Byron e Belleci na série “White Rabbit Project“, para a Netflix, onde investigavam “fugas da prisão, tecnologias superpoderosas e armas malucas da segunda guerra mundial”, entre outros tópicos. A série teve apenas uma temporada, com 10 episódios.

Adam Savage comentou sobre a morte do colega em sua conta no Twitter, lembrando que ele era um “engenheiro, artista e apresentador realmente brilhante”.