No início da semana, a SpaceX anunciou um pequeno atraso no lançamento do foguete Falcon 9, que levaria o satélites de comunicações Anasis II, da Coreia do Sul. Apesar disso, a empresa espacial ainda tem chances de quebrar o recorde mundial de “menor turnaround” de foguetes orbitais, que atualmente pertence ao ônibus espacial da Nasa.

Em 1985, a agência espacial americana precisou de apenas 54 dias para realizar todo o processo e fazer um segundo lançamento com o equipamento. Para atingir esta marca, que inclui o ritual de inspecionar, abastecer e fazer um novo lançamento, é necessário lançar o foguete até 26 de julho.

publicidade

Musk afirmou no Twitter que o atraso da missão se deve ao fato de a SpaceX estar sendo “extremamente paranoica” para “maximizar a probabilidade de uma lançamento bem-sucedido”, sem deixar claro a que se refere. A empresa ainda não deu uma nova data para a tentativa de lançamento, mas, por conta de condições desfavoráveis, isso não deve ocorrer antes de 19 de julho.

ReproduçãoFoguete Falcon 9 pode ser o responsável por quebrar recorde do ônibus espacial. Foto: SpaceX

Testes do Starlink

Em breve, pessoas que manifestaram interesse em saber mais sobre os serviços de internet que devem ser oferecidos pela SpaceX com o programa Starlink poderão testar o serviço. Pelo menos é o que indica um e-mail enviado para um seleto grupo de pessoas.

A mensagem solicita o endereço completo dos indivíduos para verificar a possibilidade de cobertura da rede. Além disso, foi citado que a empresa vai lançar um período de teste fechado dentro dos próximos três meses, seguido de uma versão pública.

O usuário “Bubby4j” do Reddit vasculhou o site de suporte da Starlink e encontrou mais detalhes sobre o processo de teste fechado. Ele descobriu que o programa vai iniciar as operações no norte dos Estados Unidos e em parte do Canadá, justamente em locais em que há grande concentração de comunidades rurais.

Via: Teslarati