O foguete Falcon 9 que será usado na próxima missão tripulada da SpaceX à Estação Espacial Internacional (ISS) chegou nesta quinta-feira (14) à Base Aérea de Cabo Canaveral, na Flórida, após três dias de viagem de caminhão a partir da fábrica da empresa em McGregor, no Texas.

A missão, chamada Crew-1, será a primeira do programa comercial de missões tripuladas (Commercial Crew Program) da Nasa. Sua data de partida depende do sucesso da missão atual, a Demo-2. Os astronautas Bob Behnken e Doug Hurley, atualmente a bordo da ISS, devem retornar à Terra no início de agosto.

publicidade

Nasa e a SpaceX afirmam que após o retorno precisarão de “algumas semanas” para analisar os dados, inspecionar a cápsula Crew Dragon e qualificá-la para operação regular. Se tudo correr como programado, a Crew-1 poderá decolar no início de setembro.

A SpaceX é conhecida por sua capacidade de reutilizar foguetes em múltiplas missões, mas o Falcon 9 B1061 que será usado na Crew-1 é “novo em folha”, a pedido da Nasa. Entretanto, a agência concedeu à empresa autorização para reutilizar foguetes e cápsulas Crew Dragon a partir da Crew-2, o que reduzirá os custos de lançamento.

Além da SpaceX, a Boeing também participará do programa comercial de missões tripuladas com sua cápsula Starliner. Entretanto, a espaçonave teve problemas em seu voo de teste, e ainda não realizou sua primeira missão com astronautas a bordo.

Fonte: Teslarati