Após 64 dias em órbita na Estação Espacial Internacional (ISS), os astronautas Bob Behnken e Doug Hurley retornaram à Terra no último domingo (2). O pouso da cápsula Crew Dragon aconteceu no Atlântico Norte, próximo ao litoral de Pensacola, na Flórida, às 15h50 (horário de Brasília). 

Isso deu fim à missão SpaceX Demo-2, que fez história por ter sido o primeiro lançamento tripulado a partir de solo americano desde 2011. A missão marca também a inclusão oficial da cápsula Crew Dragon como veículo certificado para as próximas missões tripuladas da Nasa, eliminando, assim, a dependência dos EUA dos veículos espaciais soviéticos. 

publicidade

O Olhar Digital transmitiu o pouso ao vivo e com tradução simultânea. Confira no player abaixo. 

A Nasa aguaradava o retorno seguro da Demo-2 para dar início aos últimos preparativos da missão Crew-1, que será lançada em setembro. A agência já se prepara também para a Crew-2, marcada para 2021. 

O que disseram os astronautas

Em entrevista à Reuters após o pouso, os astronautas Bob Behnken e Doug Hurley comentaram sobre o sucesso da missão. 

“Tem sido uma odisseia desde que Bob e eu começamos a trabalhar neste programa, há cinco anos”, afirmou Hurley. “O fato de estarmos onde estamos agora, depois do primeiro voo tripulado da Dragon, é inacreditável”.

Behnken comemorou que agora os Estados Unidos podem conduzir missões do início ao fim sem depender de outros países. “Há algo especial sobre ter a capacidade de lançar e trazer de volta os seus próprios astronautas, e nós passamos muitos anos sem poder fazer isso”, disse. “Nós dois estamos super orgulhosos por ser uma pequena parte do time que devolveu essa capacidade à América”. 

Elon Musk, CEO da SpaceX, também fez um discurso de agradecimento pelo sucesso da missão. “Não sou muito religioso, mas rezei por isso”, afirmou ele.

“Acredito que o mundo inteiro pode se orgulhar nesse momento se olhar para isso como uma conquista da humanidade”, completou. 

Segundo a Nasa, a Crew Dragon agora retornará à sede da SpaceX na Flórida, onde terá seu desempenho examinado. A equipe da companhia vai analisar os dados da espaçonave e verificar os detalhes de seu funcionamento durante toda a missão.

bob-doug.jpg

Behnken e Hurley a bordo da Crew Dragon após o pouso. Imagem: NASA/Bill Ingalls

As missões envolvendo a cápsula Crew Dragon fazem parte do Commercial Crew Program (Programa de Tripulações Comerciais), cujo objetivo é facilitar os lançamentos espaciais por meio de uma parceria entre a Nasa e companhias privadas.