EnglishPortugueseSpanish

Microsoft confirma intenção de comprar o TikTok

Redação 3 de agosto de 2020
publicidade

A Microsoft confirmou que está em negociações para adquirir o TikTok nos Estados Unidos, na Austrália, no Canadá e na Nova Zelândia. O acordo vem depois de o presidente americano Donald Trump desistir de banir o aplicativo e ordenar que a ByteDance abra mão de suas operações em solo americano.

Em comunicado oficial, a Microsoft diz que aguarda uma conversa entre Trump e Satya Nadella, CEO da companhia, para dar continuidade à compra. De acordo com três fontes familiarizadas com o assunto, Trump só concordou em permitir que a Microsoft continue a negociação com uma condição: se o acordo puder ser fechado em até 45 dias.

publicidade

A venda do TikTok é o desfecho de meses de atrito entre os proprietários do aplicativo e a Casa Branca, mas não significa o fim dos problemas da ByteDance. Na China, a empresa tem sido criticada por sua postura diante da decisão do presidente americano.

As críticas ganharam força quando Fred Hu, presidente do Primavera Capital Group e investidor da ByteDance, questionou como a venda poderia ser vantajosa para a empresa. Ele chamou atenção ao fato de que o aplicativo ainda está em estágios iniciais de crescimento nos Estados Unidos e afirmou que o acordo pode trazer resultados desfavoráveis para os acionistas privados.