EnglishPortugueseSpanish

A fabricante japonesa Toshiba está deixando o mercado de PCs. Em um curto comunicado à imprensa a empresa afirmou que em junho vendeu os 19,9% de ações de sua subsidiária Dynabook Inc que ainda tinha para a Sharp. “Como resultado desta transferência, a Dynabook se torna uma subsidiária de total propriedade da Sharp”.

A Sharp já havia comprado 80,1% das ações da Dynabook em junho de 2018, tornando a Toshiba uma “sócia minoritária” na parceria. A joint-venture é sucessora da Toshiba Client Solutions Co., Ltd (TCS), divisão de computadores pessoais da empresa.

publicidade

Reprodução

Toshiba T1100, o primeiro computador portátil compatível com o IBM PC. Foto: Johann H. Addicks / GFDL

Ao longo de 35 anos no mercado de computação pessoal, a Toshiba produziu algumas linhas de computadores portáteis de renome, como a Satellite, Portegé e Qosmio. Mas seu maior destaque é o T1100, de 1985, o primeiro computador portátil compatível com o IBM PC. Portátil, porém com ressalvas, já que pesava mais de quatro quilos.

A Toshiba era uma das últimas gigantes japonesas no mercado de computação pessoal. A Sony abandonou o segmento em 2014, quando vendeu a divisão Vaio para um conglomerado japonês. A Fujitsu foca no mercado corporativo e em computação em larga escala, e a Panasonic se restringe a uma linha de notebooks ultra-resistentes para o segmento industrial, os Toughbook.

Fonte: Engadget