EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Cápsula Crew Dragon que levou os astronautas Bob Behnken e Doug Hurley ao espaço durante a missão Demo-2 da SpaceX retornou à terra firme na última sexta-feira (7), depois de uma viagem de quase 5 dias no mar.

A espaçonave retornou ao porto de Port Canaveral, na Flórida, a cerca de 40 km do local de lançamento no Centro Espacial Kennedy, a bordo do navio GO Navigator, que resgatou ela e os astronautas do oceano logo após um pouso histórico em 2 de agosto.

publicidade

Em 3 de junho a SpaceX obteve autorização da Nasa para reutilizar foguetes Falcon 9 e cápsulas Crew Dragon em futuras missões tripuladas. A empresa tem planos para reutilizar a cápsula da Demo 2, número de série C206, já na missão Crew-2, programada para o primeiro semestre de 2021.

Reprodução

Akihiko Hoshide, astronauta japonês da JAXA que será membro da tripulação da missão Crew-2 da Nasa/SpaceX

A Demo-2 foi oficialmente uma missão de teste, e a Nasa ainda precisa conceder aprovação formal da Crew Dragon para futuras missões tripuladas, algo que deve acontecer nas próximas semanas.

publicidade

Após isto, a SpaceX deve começar o processo de reforma da C206 para um novo vôo, o que inclui substituição de componentes, testes de segurança e pintura. De acordo com Kate Tice, engenheira da SpaceX, o processo deve ser “rápido” em comparação à geração anterior da cápsula, a Cargo Dragon, graças à “grandes melhorias” no design da espaçonave.

O próximo vôo tripulado da SpaceX a serviço da Nasa, chamado Crew-1, pode acontecer já em setembro. Em meados de julho o foguete Falcon 9 que será usado foi transportado à Flórida, para que possa ser preparado para o lançamento.

Fonte: Teslarati