EnglishPortugueseSpanish

Facebook é processado por coleta de dados biométricos no Instagram

Redação 12 de agosto de 2020

Mais uma ação judicial atinge o Facebook. Agora, a empresa é acusada de obter lucro com a coleta e o armazenamento indevido de dados biométricos de mais de 100 milhões de usuários do Instagram.

De acordo com a Bloomberg, o documento diz que a prática viola uma lei de privacidade do estado de Illinois. Lá, a coleta não autorizada de dados biométricos é vetada. Os autores argumentam que o Facebook só passou a informar a captura dessas informações no início deste ano.

publicidade

A legislação de Illinois determina que a companhia pode ter de pagar mil dólares, cerca de 5,46 mil reais, por violação. Se a ação da companhia for julgada como imprudente ou intencional, o valor pode chegar a 5 mil dólares, algo como 27,3 mil reais.

A companhia ainda não se pronunciou sobre o caso. O valor pago pelo Facebook será distribuído entre usuários da rede social que vivem em Illinois e cujas fotos estão no site a partir de 2011. Cada envolvido no processo pode receber até 400 dólares, quase 2,2 mil reais. A expectativa é de que o acordo seja aprovado pela justiça americana ainda neste ano.