EnglishPortugueseSpanish

Mar Ártico pode ficar sem gelo marinho no verão em 15 anos

Redação 13 de agosto de 2020
publicidade

Um estudo publicado na revista Nature Climate Change comparou as condições do gelo do mar Ártico no último período interglacial com os dias atuais. A conclusão é que o polo norte do planeta pode não ter mais gelo marinho no verão a partir de 2035.

O modelo climático foi feito pelo Met Office Hadley Center, do Reino Unido. Ele sugere que poças rasas de água da chuva e água derretida podem causar o fim do gelo marinho no verão mais cedo do que se acreditava. Segundo os pesquisadores, se o aumento na temperatura do Ártico for parecido com o que ocorreu no último período interglacial, a região pode estar livre do gelo marinho em 15 anos.

publicidade

Projeções feitas pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas das Nações Unidas indicavam que o gelo marinho ártico persistiria por mais de um milhão de quilômetros quadrados até pelo menos 2050. Modelos climáticos mais recentes apontam que, mesmo no melhor cenário, o gelo do mar Ártico ficaria abaixo dessa marca.