A TCL, multinacional chinesa de eletrônicos, registrou patente de um modelo de celular com câmeras “invisíveis”. Em teoria, trata-se de uma tecnologia cujos sensores se localizam por detrás da tela do aparelho, se tornando imperceptíveis no uso cotidiano. 

As ilustrações registradas junto com a patente mostram que o possível smartphone tem protuberâncias maiores na região dos sensores ópticos. Tanto o frontal quanto o traseiro estariam atrás de painéis LCD, que se tornariam transparentes no momento em que a câmera for acionada.  

publicidade

TCL-Invisible-Camera-Phone-Patent-1.webp

Esta tecnologia não é totalmente inovadora. No início de setembro, a ZTE lancará oficialmente o modelo Axon 20, o primeiro aparelho com uma câmera frontal “invisível”. O telefone também utiliza a transparência na tela, no momento de uso da câmera. Até o dado momento, não tem data de chegada no mercado brasileiro. 

Todas as câmeras escondidas

A diferença principal do protótipo da TCL está no fato das duas câmeras não estarem visíveis para o usuário, de acordo com a ilustração registrada. O fato leva a crer que o objetivo da empresa é lançá-lo com dois painéis, tornando-se assim o primeiro aparelho a ter todos os sensores ópticos escondidos. A tecnologia também está presente no OnePlus Concept One, telefone que terá também um sensor camuflado. 

Vale ressaltar que trata-se ainda de um protótipo. Logo, existe a sólida possibilidade de outras mudanças e atualizações aparecerem neste modelo, especificamente. O mais importante é perceber que certos marcos da tecnologia, como a presença de duas câmeras camufladas, já está no horizonte de produção do mercado.  

O mercado de smartphones vem procurando soluções para tornar sutil a presença das câmeras nos aparelhos. Isto segue a tendência de utilizar ao máximo a área física do aparelho para funções interativas. Os polêmicos notches se tornaram a alternativa mais adotada pelo mercado, presente em diversos aparelhos das mais diversas faixas de preço. 

A câmera “invisível” é uma das mais significantes inovações dos últimos anos no mercado de smartphones. De maneira prática e visível para os usuários, poucas funcionalidades inovadoras se tornaram parte do leque te ferramentas de um telefone novo. 

Fonte: Gizmochina