A Comissão Europeia anunciou que pretende destinar 400 milhões de euros à Covax, uma iniciativa global cujo objetivo é tornar mais igualitário o acesso a uma vacina contra a Covid-19. O montante doado pela Comissão contribuirá para a compra de aproximadamente 2 bilhões de doses previstas para o projeto.

Liderada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a Covax conta com o envolvimento de 172 países e pretende fornecer vacinas a pelo menos 20% da população de cada um deles até o fim de 2021. Dessa forma, a ação conjunta espera encerrar a fase aguda da pandemia e possibilitar a recuperação das economias.

publicidade

De acordo com Ursula von der Leyen, presidente da Comissão, o dinheiro foi mobilizado com a finalidade de estabelecer uma cooperação “em benefício dos países de rendas baixa e média”.
Em comunicado oficial, a entidade afirmou ainda que espera “acelerar o desenvolvimento, a fabricação e o fornecimento global de vacinas para cidadãos ao redor do mundo”.

shutterstock_560385427.jpg

A Comissão Europeia é responsável por representar e defender os interesses da UE mundialmente. Imagem: Quinta/Shutterstock

Antes da União Europeia (UE), outras organizações e indivíduos já haviam contribuído com cerca de 1,2 bilhões de euros para a Covax. De acordo com o site oficial do projeto, contudo, cerca de 850 milhões ainda eram necessários para que os objetivos finais fossem alcançados. Com a doação, este valor cai para 450 milhões.

Mais doações são necessárias

O prazo para que os países participantes confirmem o interesse em integrar a Covax termina nesta segunda-feira (31). As contribuições financeiras para o projeto devem ser entregues até o dia 18 de setembro, com possibilidade de adiamento até 9 de outubro.

“O sucesso da Covax depende não apenas que os países se inscrevam no programa, mas também do preenchimento de lacunas de financiamento”, diz o site.

Tedros Adhanom, diretor-geral da OMS, reforça a urgência de mais doações. “A Covid-19 é um desafio de saúde global que só pode ser enfrentado com uma cooperação sem precedentes entre governos, pesquisadores, fabricantes e parceiros multilaterais”, afirmou em comunicado oficial.

A Covax conta com apoio da Coalizão para Inovação na Prevenção de Epidemias (Cepi) e da Aliança Global para Vacinas e Imunização (Gavi), instituição ligada à Fundação Bill e Melinda Gates.

Via: Agência Brasil