EnglishPortugueseSpanish

Um grupo de pesquisadores liderado por cientistas da Universidade de Dallas, nos EUA, pode revolucionar o futuro da tecnologia vestível. Isso porque, conforme estudo publicado na revista Science Advances, eles desenvolveram um método para criar microLEDs flexíveis.

Os cientistas adaptaram a existente tecnologia “epitaxia remota” ao processo de montagem dos LEDs. Ela consiste no crescimento de uma faixa fina de cristais LED na superfície de uma fatia de cristal de safira, ou subtrato.

publicidade

Normalmente, o LED permaneceria nesta fatia de cristal, mas, para torná-lo maleável, o grupo adicionou uma camada antiaderente, feita de grafeno, ao subtrato. Na prática, essa camada funciona da mesma forma que o papel manteiga, quando protege uma assadeira e permite a fácil remoção de biscoitos.

Ao contrário do microLED que temos hoje, que são quebradiços e indicados para superfícies planas, o trabalho dos pesquisadores é em uma fórmula para montar LEDs que podem ser dobrados, torcidos e até cortados.

Esta nova descoberta é importante para o avanço dos dispositivos dobráveis e vestíveis, como relógios, anéis, óculos de realidade aumentada etc. Além do mais, a fórmula desenvolvida pelos cientistas também permite a utilização destes LEDs em produtos maiores, como nas TVs.

microled-flexivel.jpg
Os microLEDs podem ser torcidos (à esquerda) e dobrados (à direita). Foto: Divulgação

publicidade

Para Moon Kim, professor de Ciência Material e Engenharia, o maior benefício desta pesquisa é que foi criado um LED destacável que pode ser conectado a qualquer coisa. “Ele pode sobreviver mesmo se você amassar. Se você cortá-lo, poderá usar metade do LED”, afirma um dos coordenadores da pesquisa.

O grupo que desenvolveu a técnica é formado por uma cooperação de 11 pesquisadores da Universidade de Dallas, nos EUA; Universidade de Sejong e Universidade das Mulheres Ewha, ambas na Coreia do Sul.

Importância do LED

Os LEDs estão na composição de quase todos os produtos com painéis que existem hoje, desde os visores de micro-ondas aos outdoors. Eles são os componentes mais avançados e ideais para fazer a iluminação de fundo.

Os dispositivos feitos a partir do LED possuem diversas vantagens em relação aos que têm outras tecnologias. Algumas delas são: baixo consumo de energia, alto nível de eficiência, maior duração, baixa – ou até nula – emissão de raios UV, entre outras.

Fonte: TechExplorer