EnglishPortugueseSpanish

A Nasa concluiu na quarta-feira (2) um teste com o foguete auxiliar Flight Support Booster 1 (FSB-1), nas instalações da agência em Promontory, Utah. A função do booster é dar empuxo ao lançamento do Space Launch System (SLS), veículo encarregado de levar os americanos de volta à Lua pelo Programa Artemis

O teste, que durou apenas dois minutos, tinha como objetivo avaliar a performance do motor e a qualidade de fabricação do foguete. Os resultados, que ainda serão avaliados, terão atendido às expectativas se as métricas exatas analisadas comprovarem que o FSB-1 disparou 3,6 milhões de libras de empuxo e permaneceu ativo por 122 segundos. 

publicidade

Reprodução

Booster FSB-1 teve performance testada pela Nasa. Imagem: Nasa

De acordo com a Nasa, os resultados do teste vão confirmar se os foguetes auxiliares estão prontos para dar impulso ao lançamento dos astronautas nas missões Artemis. O SLS contará com a ajuda de dois boosters semelhantes ao FSB-1, com o mesmo tamanho e potência. Atualmente, eles estão sendo preparados no Kennedy Space Center, na Flórida.

Os boosters do SLS serão os maiores e mais poderosos já construídos na história. Cada um deles vai queimar seis toneladas de combustível por segundo, e juntos eles serão responsáveis por 75% do empuxo necessário para fazer o foguete subir. 

A primeira missão do programa Artemis está prevista para novembro de 2021, quando o SLS enviará uma cápsula não tripulada ao redor da Lua como preparação para voos futuros com humanos. Em 2023, astronautas serão enviados também ao redor da Lua, mas sem pousar no satélite natural. A previsão é que isso ocorra em 2024.

A experiência adquirida na Lua, por sua vez, será utilizada para concretizar a próxima grande ambição da Nasa, que é enviar seres humanos a Marte

Via: Space