EnglishPortugueseSpanish

FBI encontra mais um mentor de ataque ao Twitter

Redação 3 de setembro de 2020

O mega-ataque ao Twitter em julho resultou na prisão de Graham Clark, de 17 anos, pelas autoridades americanas. Ele foi acusado de ser o mandante do crime, mas o FBI acaba de encontrar mais um provável participante da ação. E ele tem apenas 16 anos.

Os agentes federais chegaram a ele após o relato de quatro investigados. O FBI fez buscas na casa do adolescente em Massachusetts, onde ele mora com os pais. A agência vai analisar o que encontrou no local e decidir se vai ou não acusar o jovem.

publicidade

Segundo o órgão, o jovem de Massachusetts ajudou a planejar o ataque desde maio. Ele conversava com o restante do grupo apenas por sistemas criptografados, como o Signal. Apesar disso, em conversas online daquele dia, ele revelou em chamada telefônica que havia entrado nos sistemas da rede social.

O adolescente costumava ligar para funcionários de grandes empresas, se passando por um contratado ou empregado. Nessas ligações, ele tentava persuadir os funcionários a inserirem credenciais em sites fraudulentos. Dessa forma, ele conseguia acesso aos sistemas internos das companhias.

No ataque ao Twitter, Graham Clark e o adolescente de Massachusetts conduziram a ação. Isso porque os demais cúmplices desistiram pouco antes da execução do crime.

publicidade