EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Em junho, o Google anunciou o recurso de chamadas verificadas em seu aplicativo Telefone, na época disponível apenas para smartphones de sua linha própria, a Pixel. Já no mês passado, a gigante da tecnologia liberou o app na Play Store para outros celulares com sistema Android, mas sem o recurso. Agora, a desenvolvedora anuncia a funcionalidade para mais smartphones, oferecendo ao usuário mais segurança para atender uma chamada e, para empresas, melhor taxa de retorno.

A aplicação funciona da seguinte forma: quando o smartphone receber uma ligação que for de uma empresa, seja qual for o segmento, será exibido um ícone azul, representando uma chamada comercial. Ainda na tela, será possível verificar o nome da empresa, logotipo e número do telefone.

publicidade

O campo “Motivo da chamada” deve facilitar no adiantamento do assunto a ser tratado. De forma geral, este espaço apresentará um resumo do tema, como por exemplo “confirme transação”, no caso de bancos.

Para elaborar a funcionalidade, o Google usou como justificativa o crescente número de chamadas marcadas como spam pelos usuários. Ainda segundo a empresa, tal ação prejudica várias empresas que necessitam do contato direto com o cliente para firmar não só serviços e contratos, mas também para dar prosseguimento em várias outras questões.

 Reprodução

Google afirma que novo recurso deve ajudar empresas que precisam do contato direto com o cliente. Créditos: Dragon Images/Shutterstock

publicidade

Tudo isso significa que, se o usuário receber uma ligação onde os dados estejam disponíveis mesmo antes de a chamada ser atendida, aquela empresa foi autenticada pelo Google e possui cadastro ativo na plataforma. Ou seja, a ligação não é spam.

De qualquer forma, a função está sendo implementada inicialmente no Brasil, Estados Unidos, México, Espanha e Índia, e em apenas alguns dispositivos que executam Android 9 Pie ou superior. Os principais celulares da Samsung e LG, por exemplo, entram nesta lista.

Vale lembrar que, no ano passado, o Google implementou o serviço “SMS verificado” ao Google Message também para evitar o spam.

Fonte: 9to5Google