EnglishPortugueseSpanish
publicidade

O Instagram pode estar considerando uma novidade que vai desagradar muita gente, principalmente os influenciadores. Mike Murphy, conhecido por antecipar novidades da rede social, descobriu a patente de um recurso que cobra taxas para que um link seja inserido na legenda de fotos.

O pedido, feito originalmente em 2016, mostra uma notificação pop-up assim que o usuário adiciona uma URL a uma legenda. Nela, é questionado se a pessoa deseja pagar US$ 2 para ativar o link.

publicidade

patente ainda descreve como o recurso funciona. Segundo o texto, “se o sistema detecta que o conteúdo do texto da legenda inclui uma sequência de texto de um link, o sistema solicita que o usuário pague uma taxa em troca da geração de um link”. Se a ferramenta for, de fato, introduzida, ela pode mudar completamente o uso da rede social por influenciadores.

ReproduçãoFoto mostra como funcionaria o recurso. Foto: Mike Murphy

publicidade

 

Atualmente, aqueles que possuem conta verificada podem adicionar links nos stories. Em legendas de imagens ou produtos, não é possível adicioná-las. A exceção é na biografia do usuário, onde é possível adicionar os links, o que gera o famoso post “link na bio”, usado por muitos. A solução atual pode inviabilizar a ferramenta patenteada, já que as pessoas não devem optar por pagar por algo que elas podem fazer de graça.

Porém, é preciso destacar novamente que, o pedido de uma patente nem sempre significa que determinado recurso ou tecnologia será realmente introduzido. Ainda mais considerando que, neste caso, ele foi feito em 2016 e nada mudou até hoje.

Portanto, é possível que a ferramenta nunca chegue à versão estável do Instagram, mesmo que passe por eventuais testes. Além disso, pouco mudaria na vida do usuário “comum” que não esteja disposto a gastar para isso, já que hoje não é possível adicionar os links.

Novos layouts para a tela inicial

O Instagram está testando três novos layouts para a página inicial do app. O objetivo é incorporar melhor as abas “Reels” e “Loja” com base no comportamento do usuário na plataforma. Os novos designs foram revelados pela marca via Twitter.

Os primeiros países que deverão conferir os novos modelos da home serão Brasil, Índia, França e Alemanha. A escolha dos locais foi justificada pelo Instagram por conta do “impulso” que estes países têm apresentado frente ao Reels, recentemente lançado para concorrer com o TikTok.

Via: The Verge