EnglishPortugueseSpanish

O YouTube está trazendo de volta moderadores humanos que foram afastados durante a pandemia. A decisão foi tomada depois que ficou claro que os atuais sistemas de moderação baseados em inteligência artificial cometem erros em excesso, e não conseguem igualar a precisão dos moderadores humanos.

Segundo o Financial Times, cerca de 11 milhões de vídeos foram removidos do YouTube entre abril e junho, o dobro da média. Usuários apelaram contra 320.000 destas remoções, e metade destes vídeos foram restaurados. Novamente, o dobro da média de quando moderadores humanos são usados. Os números são um sinal de que os sistemas de IA tinham “excesso de zelo” em suas tentativas de identificar conteúdo perigoso ou ilegal postado na plataforma.

publicidade

Segundo Neal Mohan, Chief Product Officer (CPO) do YouTube: “uma das decisões que tomamos [no início da pandemia], quando se tratava de máquinas que podiam não ser tão precisas quanto os humanos, é que preferíamos pecar pelo excesso ao garantir que nossos usuários estivessem protegidos, mesmo que isso resultasse em número ligeiramente maior de vídeos sendo retirados. ”

Apesar disso, Mohan ainda tem confiança de que os sistemas de aprendizado de máquina tem seu lugar, msmo que seja para remover apenas os casos mais óbvios. “Mais de 50% destes 11 milhões de vídeos foram removidos antes que fossem vistos por um único usuário do YouTube, e mais de 80% foram removidos enquanto tinham menos do que 10 visualizações. Este é o poder das máquinas”.

Fonte: The Verge