EnglishPortugueseSpanish

Estudo com 50 mil pacientes mostra que CoronaVac é segura

Redação 23 de setembro de 2020
publicidade

Os resultados de um levantamento com 50.027 voluntários na China indicam que a candidata a vacina CoronaVac é segura e não apresenta respostas adversas significativas. Do total de participantes do estudo, 94,7% não tiveram reações adversas ao imunizante. Os outros 5,3% apresentaram reações de grau baixo, como dor no local da aplicação, febre moderada e perda de apetite.

Segundo o governador de São Paulo, João Doria, esses resultados demonstram que o imunizante tem um excelente perfil de segurança. A fórmula foi desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac e, em parceria com o Instituto Butantan, passa por testes clínicos de fase 3 em humanos no Brasil.

publicidade

Na China, os testes iniciais com crianças e idosos começaram recentemente. Para quem tem mais de 60 anos, os resultados apontam 97% de eficácia. Em crianças, a fórmula foi aplicada em voluntários de 3 a 17 anos, mas os resultados dessa faixa etária ainda não foram divulgados.

Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, diz que o Butantan e a Sinovac estão no caminho certo para a produção de um imunizante contra o novo coronavírus. A expectativa é que, até dezembro, o órgão receba 46 milhões de doses do imunizante. Outras 55 milhões de doses devem ser distribuídas no Brasil já no primeiro semestre de 2021.