EnglishPortugueseSpanish

As pré-vendas dos novos Xbox, iniciadas na terça-feira (22), ocorreram como a Microsoft esperava: unidades esgotadas em menos de um dia. No entanto, a empresa garante que ainda terá consoles disponíveis quando o produto for efetivamente lançado no dia 10 de novembro.

Em comunicado no Twitter, a empresa reforçou que até a data já terá mais unidades tanto do Xbox Series X, o novo modelo mais poderoso, quanto do Series S, que tem uma placa gráfica mais modesta, menos memória RAM e não conta com entrada para discos físicos, mas é muito mais barato.

O que não se sabe é exatamente como serão estes estoques em novembro. É um fato que as capacidades das linhas de montagem de produtos tecnológicos foram impactadas pela pandemia de Covid-19, o que levou a Apple a atrasar o lançamento do iPhone. Inclusive por algum tempo houve dúvidas se Sony e Microsoft conseguiriam cumprir a promessa de lançar seus consoles ainda neste ano. É fato que elas conseguiram, mas qual o tamanho dos estoques?

No Brasil, ainda não há uma data para o início das pré-vendas, mas a Microsoft já confirmou os preços no país. O Xbox Series X será vendido pelo preço sugerido de R$ 5.000, enquanto o Series S será o modelo mais barato da nova geração, com preço sugerido de R$ 3.000.

Xbox One X agradece a confusão

O esgotamento rápido dos novos Xbox também criou uma situação curiosa, que parece ser resultado de uma confusão com o esquema de nomenclatura adotado pela Microsoft. Durante a terça, a Amazon viu as vendas do Xbox One X, da geração atual, dispararem e entrarem na lista de best-sellers da plataforma.

Existem duas explicações possíveis. A primeira são as pessoas confusas com o nome, confundindo Xbox Series X com Xbox One X (e são nomes confusos, mesmo); a outra é de que os bots programados para comprar consoles para tentar revender acima de preço de mercado não foram devidamente programados para distinguir entre os dois produtos.