EnglishPortugueseSpanish

TikTok vai à Justiça para evitar ser banido dos EUA

Redação 24 de setembro de 2020

O TikTok busca na Justiça uma liminar para evitar ser banido dos Estados Unidos. Na terça-feira, o aplicativo protocolou um pedido de bloqueio do decreto que exige sua retirada das lojas da Apple e do Google no domingo.

No documento obtido pelo The Verge, o app de vídeos chama o decreto de ilegal e argumenta que tentou satisfazer as demandas em constante mudança do governo e suas supostas preocupações com a segurança nacional.

publicidade

O prazo para a saída do TikTok do país era domingo passado. De última hora, o presidente Donald Trump aceitou a proposta de parceria entre a ByteDance, detentora chinesa do aplicativo, e a Oracle e adiou em uma semana o banimento da plataforma.

O acordo prevê que o aplicativo não seja de fato vendido, mas que a companhia americana administre os dados dos mais de 100 milhões de usuários no país. A ideia é inviabilizar as supostas práticas de espionagem das quais o TikTok é acusado.