EnglishPortugueseSpanish

A batalha entre Apple e a criadora do Fortnite vai longe

Redação 29/09/2020 22h32, atualizada em 29/09/2020 23h12

É, parece que a batalha entre a Apple e a Epic games está longe de chegar ao fim. Ontem, as empresas foram parar nos tribunais. Mas, ao contrário do que se pensava, a primeira audiência não trouxe nenhuma decisão definitiva. Isso mostra que, se ambas quiserem resolver a questão perante um júri, devem se preparar para um processo lento e com possíveis reviravoltas.

Para quem não se lembra, a disputa entre as companhias começou em agosto, quando a Epic decidiu implementar um sistema próprio de pagamento direto no jogo Fortnite. Na prática, esta alteração fez com que o dinheiro arrecadado fosse direto para a Epic Games, removendo a porcentagem da Apple em compras na App Store. Naturalmente, a Apple não aceitou essa alteração e removeu Fortnite da App Store. Em resposta, a Epic abriu um processo contra a Apple.

publicidade

Na hora da decisão, a juíza federal do norte da Califórnia, Yvonne Gonzalez Rogers, afirmou que o mais justo para ambas as empresas nesse caso seria levar o julgamento à júri popular. Caso isso de fato aconteça, a audiência só deve ocorrer em julho de 2021, fazendo com que ‘Fortnite’ continue fora dos dispositivos da maçã até lá.