O Google revelou nesta quarta-feira (30) a nova geração do Chromecast, um dos dispositivos mais queridos e populares da empresa. No entanto, o novo modelo é consideravelmente diferente do que os aparelhos anteriores, principalmente por um acessório que acompanha o produto: o controle remoto.

O dispositivo conta com um sistema operacional próprio baseado no Android TV, o que significa que, ao contrário dos modelos anteriores, é possível instalar aplicativos no Chromecast para rodá-los como se fosse uma set-top box ao estilo Apple TV e tantos outros modelos de outras fabricantes, como os da Xiaomi. A diferença é que o aparelho ainda fica escondido e pendurado na entrada HDMI da TV em vez de ocupar espaço perto do seu televisor.

publicidade

No entanto, apesar de rodar um sistema baseado no Android TV, a empresa trouxe ao novo Chromecast uma nova identidade. O sistema foi rebatizado como Google TV, que substitui a interface do sistema e oferece uma nova experiência de navegação e seleção de vídeo. A plataforma funciona como agregador de diferentes plataformas de streaming, então em vez de, por exemplo, separar uma linha apenas para conteúdo da Netflix, outra para o Amazon Prime Video, outra para o Disney+, o software consegue agregar conteúdo de todos os serviços em uma linha como “Filme de ação”, ou “Mistério”. O Google TV tomará o lugar do Android TV em outros dispositivos no futuro.

O controle remoto não poderia ser mais simplista. Uma roda na parte superior permite dar as direções para navegar pela interface. Há ainda mais oito botões, e o mais interessante deles é um dedicado ao Google Assistente, permitindo dar comandos para a TV por meio do microfone embutido, como pedir para o Chromecast rodar algum filme ou série específica na Netflix, ou então pesquisar algum conteúdo por meio de uma busca universal que agrega todos os serviços. O assistente também é capaz de realizar outras funções não relacionadas a mídia, possibilitando controlar outros dispositivos conectados ou responder perguntas sobre o tempo, por exemplo.

Até hoje, o Chromecast era um acessório plugado em uma entrada HDMI que apenas recebia ordens do que o usuário queria transmitir do seu celular. Essa interface simplista atraiu alguns usuários, mas repeliu tantos outros que preferem a facilidade de navegar por um sistema com o controle. O novo modelo e o Google TV parecem ser uma resposta a essas críticas, criando uma experiência de uso diferente. Para quem gostava do antigo Chromecast, ainda é possível apertar o botão “Cast” no seu celular enquanto assiste ao YouTube para enviar vídeo para sua televisão.

O anúncio foi mais uma das surpresas mal guardadas do Google, já que alguns dias antes da apresentação já era possível encontrar o produto à venda nas lojas, o que deu a alguns consumidores a oportunidade de comprar e usar antes mesmo de ele ser oficial.

O novo Chromecast chega com o preço um pouco mais salgado do que sua versão comum. Enquanto o modelo convencional custava US$ 35, a nova opção sai por US$ 50 nos Estados Unidos. Ainda é mais barato que o Chromecast Ultra, que tem preço sugerido de US$ 70.