EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Com a chegada dos consoles de nova geração, é normal que as pessoas se desfaçam de seus videogames antigos. Se você, assim como uma parte desses jogadores, pensa em vender seu Xbox One ou PlayStation 4, há alguns cuidados que devem ser tomados antes da migração de plataforma.

Vale lembrar que, mesmo com a chegada de videogames novos, os hardwares anteriores não se tornarão obsoletos. A Microsoft, por exemplo, prometeu suporte ao Xbox One por mais alguns anos.

publicidade

No caso da Sony, a mesma coisa se aplica. Alguns títulos que seriam exclusivos do PS5 também serão lançados para o console anterior – ‘Horizon Forbidden West’ e ‘Spider-Man: Miles Morales‘ são exemplos disso. Mas se, mesmo assim, a venda for a melhor escolha, confira o que fazer antes de se livrar do dispositivo. 

Cópias de jogos

A maioria dos jogos da geração atual serão compatíveis com o PlayStation 5 e o Xbox Series X. No entanto, ainda não se sabe como será o processo para utilização dos títulos. Mesmo assim, se você tem um drive externo, é recomendável realizar o processo de transferência.

publicidade

Isso porque os jogos do Xbox One funcionarão no Xbox Series X e S, desde que estejam armazenados em uma unidade compatível. A Sony, por outro lado, não revelou se o PS5 será capaz de rodar os games de PS4 a partir de um hardware externo. De qualquer forma, não custa estar preparado.

Backup de salvamentos

Salvar o progresso em qualquer jogo é bastante útil, principalmente em títulos com grau de dificuldade elevado. Mudar de console, em alguns casos, pode significar ter de iniciar o título do início, o que pode desmotivar alguns.

Para resolver essa questão, é possível subir o progresso dos jogos de Xbox One para a nuvem. Com isso, eles podem ser acessados em qualquer plataforma. A operação é realizada automaticamente, basta conectar o console à Xbox Live.

Reprodução

Fazer o backup dos salvamentos é bastante importante. Foto: Miguel Lagoa/ Shutterstock

A Sony, entretanto, deixou essa missão a cargo dos desenvolvedores. Apenas alguns jogos foram confirmados com a opção de resgatar o progresso entre gerações. Mesmo assim, esse é um caso de que é melhor ter e não precisar do que não ter os arquivos se a funcionalidade for implementada.

No entanto, no caso do PS4, o processo exige uma atenção maior. Isso porque, para salvar o progresso na nuvem, é necessário ser assinante da PS Plus. Porém, também é possível fazer um backup manual dos dados.

Restaurar configurações de fábrica

Após salvar todos os dados possíveis e garantir que nada será perdido, é hora de limpar totalmente o console. Vale lembrar que, após realizar o procedimento, não há como desfazer. Por isso, certifique-se de que está tudo salvo.

No Xbox One, vá até “Configurações” e procure pela opção “Sistema”. Em seguida, basta selecionar “Redefinir Console”. Como um último aviso, o videogame vai perguntar o que você deseja fazer, clique em “Redefinir e Remover Tudo”.

No PlayStation 4 o procedimento é igualmente simples. Vá até às “Configurações” e procure por “Inicialização”. Por fim, escolha “Restaurar as Configurações Padrão”.

Processo de limpeza

Por fim, após seguir todos os procedimentos, vale uma última dica antes de dizer adeus ao seu velho amigo: faça uma limpeza. Já que ele mudará de dono, nada melhor do que garantir que esteja limpo e perfeito para que faça outras pessoas felizes.

Vale uma boa espanada na entrada de ar do console, além de se certificar de que tudo está funcionando perfeitamente antes de vendê-lo. Enrole todos os cabos e acessórios – nesse passo, vale lembrar de tudo o que o videogame te proporcionou. Se após esse processo você ainda decidir pela venda, tudo estará organizado e pronto para o próximo dono.

Via: Kotaku