EnglishPortugueseSpanish

Com a chegada dos serviços de streaming, as empresas de TV por assinatura enfrentaram queda no número de clientes. No entanto, neste ano, pelo menos até agosto, o segmento terminou em alta – a primeira desde maio de 2017.

De acordo com dados publicados pela Anatel, a TV paga finalizou o mês de agosto com 15,13 milhões de usuários ativos – que assinam algum dos pacotes oferecidos. Esse número representa um aumento de 0.46% em relação ao mês anterior, ou seja, os serviços tiveram adesão de quase 69 mil novos usuários.

publicidade

Ainda segundo o levantamento, esse aumento foi causado principalmente pelo uso da tecnologia IPTV ligada diretamente às redes FTTH (Fiber-to-the-Home, em inglês) das empresas que oferecem TV por assinatura.

Reprodução

A TV paga finalizou o mês de agosto com 15,13 milhões de usuários ativos. Foto: Concept Photo/ Shutterstock

Foram mais de 1 milhão de acessos em agosto – número maior que o contabilizado em julho, que teve 960 mil. Por conta disso, houve retração na utilização das outras tecnologias (cabo e DTH). Registros indicam 6,52 milhões de acessos via cabo contra 7,54 milhões de usos do DTH.

Além disso, o crescimento também pode ser explicado pela adição dos provedores menores à contagem, como o chamado Brisanet, que sofrem com a subnotificação. Esses dados começaram a ser contabilizados em agosto, mas não constavam em julho. Isso fez com que 83 mil acessos fossem acrescidos à conta.

Em contrapartida, as grandes operadoras também registraram 27 mil desligamentos de clientes no mesmo período.

Considerando a participação de mercado das operadoras, a Claro segue como líder no segmento, controlando 47,9% dos contratos contabilizados – isso equivale a 7,24 milhões de assinantes. Em segundo lugar, a Sky possui 4,66 milhões de clientes registrados em sua base. A terceira posição é da Oi, com 1,55 milhão de contratos fechados.

Via: Telessíntese