EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Nasa anunciou nesta terça-feira que o telescópio espacial James Webb, atualmente em construção e com lançamento programado para outubro de 2021, foi aprovado em “testes ambientais cruciais” que garantem sua capacidade de sobreviver aos rigores da jornada ao espaço.

Os testes reproduzem o ruído e vibrações característicos do lançamento a bordo do foguete Ariane 5, que partirá do espaçoporto de Kourou, na Guiana Francesa. O satélite foi “bombardeado” com pressão sonora superior a 140 decibéis e mais de 600 canais de dados sobre movimentação da estrutura e de seus componentes foram cuidadosamente gravados e analisados. Seis vezes mais do que em um teste típico, devido à forma complexa e tamanho do telescópio.

publicidade

Depois do teste acústico, o telescópio foi transportado para outro laboratório e montado em uma “mesa” especial capaz de reproduzir precisamente aceleração vertical e horizontal, simulando as vibrações de baixa frequência que ele irá experimentar. A combinação dos dois testes reproduz o “ambiente mecânico” completo que o James Webb irá experimentar no início de sua viagem.

O telescópio espacial James Webb começou a ser desenvolvido em 1996 e tinha lançamento originalmente previsto para 2007, mas enfrentou uma série de atrasos de natureza técnica, além de estouros de orçamento que já multiplicaram por 10 sua estimativa inicial de custo. O atraso mais recente no cronograma de lançamento, de março para outubro de 2021, foi devido à interrupção nos trabalhos causada pela pandemia de Covid-19.

Ele foi projetado como sucessor do telescópio espacial Hubble, e tem uma vida útil prevista em 10 anos. Entre suas missões estarão a observação de objetos e eventos mais distantes no universo, da formação de estrelas e a captura direta de imagens de exoplanetas.

publicidade

Fonte: Nasa