Carro da Tesla enviado ao espaço faz primeira aproximação de Marte

O Tesla Roadster enviado ao espaço em 2018 pela SpaceX fez sua primeira aproximação de Marte, informou a empresa de tecnologia espacial nesta quarta-feira (7). De acordo com a companhia, o veículo e seu passageiro, o manequim Starman, atingiram uma distância inferior a 8 milhões de quilômetros em relação ao planeta vermelho.

“Starman, visto pela última vez saindo da Terra, fez sua primeira aproximação com Marte hoje – a 0,05 unidades astronômicas, ou menos de 5 milhões de milhas, do planeta vermelho”, disse a SpaceX em publicação no Twitter.

O veículo, que pertence ao CEO da Tesla e da SpaceX, Elon Musk, foi usado como uma carga de teste, no primeiro lançamento do foguete Falcon Heavy. A iniciativa visou ressaltar o potencial do ônibus espacial de transportar objetos para Marte. A operação, no entanto, não teve sucesso em posicionar o veículo na órbita do planeta.

O site “WhereistheRoadster“, que monitora o deslocamento do carro da Tesla no universo, indica que o veículo agora se afasta de Marte a uma velocidade de 1.238 km/h. Segundo a plataforma, o automóvel já percorreu aproximadamente 2 bilhões de quilômetros na órbita elíptica do Sol.

Estimativas apontam que o período orbital do Roadster corresponde a cerca de 557 dias. A primeira volta completa do veículo em torno da estrela foi registrada em agosto de 2019.

Tesla Roadster. Imagem: Divulgação

Como aponta o TechTimes, embora a SpaceX tenha afirmado o Starman e o Roaster deve vagar no espaço por bilhões de anos, um estudo publicado no repositório arXiv indica que a jornada dos objetos vai durar algumas dezenas de milhões de anos, com probabilidades de colisão com a Terra e Vênus.

Os autores ressaltam, no entanto, que uma possível reentrada não seria uma ameaça para o nosso planeta, uma vez que o Starman e o Roadster seriam completamente consumidos antes de atingir a superfície da Terra.

Nova missão tripulada

A SpaceX se prepara para uma nova missão tripulada. Em 31 de outubro, a companhia pretende lançar um foguete Falcon 9 com quatro astronautas a bordo com destino a Estação Espacial Internacional (ISS).

A Crew-1 marcará a primeira missão operacional do programa de viagens comerciais tripuladas da Nasa, após a SpaceX ter concluído com sucesso a missão Demo-2, que transportou dois astronautas até o laboratório orbital, em maio, e os trouxe de volta à Terra em agosto.

Via: Techtimes

Esta post foi modificado pela última vez em 8 de outubro de 2020 15:50

Compartilhar
Deixe seu comentário
Publicado por
Redação