EnglishPortugueseSpanish
publicidade

“O melhor antivírus é o usuário”. Quem nunca ouviu essa frase? Em quase duas décadas de trabalho, eu mesmo já escutei essa falsa afirmação incontáveis vezes. E é por isso que se torna tão necessário fazer o que fazemos diariamente: conscientizar os usuários da Internet sobre os riscos aos quais estão expostos quando navegam pela rede e ensinar as formas de proteção para momentos de lazer e também ao longo da jornada profissional. 

O que acontece é que existem, hoje, diversos recursos que podem ser utilizados para melhorar o desempenho profissional de quem precisa da tecnologia para trabalhar sem que isso traga riscos à segurança de dados pessoais. No entanto, é preciso um pouco de atenção sobre como cada uma dessas ferramentas funciona, o que elas protegem e qual a melhor solução para cada tipo de usuário. Só assim é que vamos poder garantir uma navegação segura e proveitosa a todos. 

publicidade

Mas, antes de mais nada, deixa só eu esclarecer: é claro que não; não basta apenas ser um “heavy user” dos recursos tecnológicos existentes para acreditar ser “o melhor antivírus” para seu próprio dispositivo. Para começar, invista em um bom sistema de antivírus não apenas para o computador que você usa no trabalho, mas para seu smartphone, seu computador pessoal, tablet, dispositivos utilizados pelas crianças e quaisquer outros adventos tecnológicos que você possuir. Uma solução de segurança desse tipo é capaz de manter criminosos mais distantes das suas informações, além de evitar ataques que podem comprometer o seu aparelho e até causar prejuízos financeiros irreversíveis. 

Depois de proteger a sua casa, é imprescindível estender essa segurança para o seu ambiente corporativo. Se você for o diretor da empresa e possuir uma equipe de TI, tenha em mente que as mentes criminosas que rondam pela web estão, cada vez mais, de olho em corporações que possam ter alguma brecha para invadir sistemas, infraestruturas e dispositivos atrás de dados sigilosos que podem render boas cifras no mercado clandestino, por exemplo.

publicidade

Você pode pensar que sua equipe de TI está completamente preparada para evitar qualquer tipo de ataque que possa vir a ocorrer a sua empresa ou que o seu negócio não é assim tão importante para atrair hackers e cibercriminosos, mas o fato é que uma solução de segurança, como VPN, acesso remoto, criptografia e proteção endpoint, aliados a uma constante qualificação dos funcionários é fundamental para manter seu ambiente de trabalho protegido. 

Por isso, conhecer cada uma dessas proteções e entender de que forma elas podem auxiliar no dia a dia da sua empresa é, além de consciente, uma camada extra na luta contra o cibercrime. Utilizando a criptografia, você mantém seguros dados sigilosos sem que hackers possam acessá-los. Já por meio do acesso remoto, você pode gerenciar sua empresa de onde quer que você esteja, de forma segura e eficaz. 

Uma proteção endpoint é capaz de detectar infiltrações, malwares e outros programas maliciosos que tentam invadir sistemas corporativos, agindo em conjunto com o firewall para fazer um monitoramento em tempo real de tudo o que ocorre na infraestrutura da empresa. Já a VPN, em resumo, é como uma espécie de firewall, que em vez de proteger o computador, mantém seguros os dados enquanto eles trafegam pela rede. 

E essas são apenas algumas das soluções que você pode (e deve) ter na sua empresa. O que nós, que atuamos com segurança da informação, queremos é proporcionar um espaço cada vez mais seguro para que você possa trabalhar tranquilamente sem temer ser atacado quando menos esperar. Assim, é possível que você foque os esforços no crescimento da sua empresa e aproveite o melhor que a tecnologia pode proporcionar.