Categoras: Notícias

Spotify permitirá que músicas inteiras sejam tocadas em podcasts

O Spotify começou a testar um novo formato de podcast que permite aos criadores utilizar músicas inteiras em seus programas. Podcasters dos EUA, Reino Unido, Canadá, Austrália, Nova Zelândia e Irlanda terão a opção de reproduzir canções completas, mas apenas para quem ouvir pelo app do Spotify.

Os criadores de conteúdo terão a opção de utilizar as músicas pelo Anchor, um aplicativo de criação de podcasts, podendo produzir programas inteiros de música como se fossem DJs de uma rádio. Os episódios criados pelos usuários do Anchor só serão acessíveis através do Spotify e não serão distribuídos em outro lugar.

Os músicos serão pagos por cada música tocada, como já acontece no serviço. Foto: TY Lim/ Shutterstock

A exclusividade é justificada: a função no Spotify depende dos acordos do serviço com as gravadoras. Somente os assinantes do Premium ouvirão as músicas completas, e os com contas gratuitas poderão ouvir apenas uma amostra de 30 segundos de cada faixa.

Podcasts exclusivos do Spotify

O Spotify também lançou sete novas séries originais e exclusivas que aproveitarão o formato e farão da música um foco central. Os ouvintes desses programas, e daqueles criados pelo Anchor, serão capazes de interagir com a lista de faixas de cada episódio de podcast para salvar canções para mais tarde e pular para diferentes segmentos.

Com esse novo formato, o Spotify se torna a primeira e única plataforma de podcasts onde os criadores podem utilizar músicas inteiras sem se preocupar com direitos autorais, o que pode tornar a plataforma mais atraente aos criadores. Um podcast que fala sobre música, por exemplo, não pode tocar a música inteira normalmente, mas ao fazer o seu programa através do Anchor, ele poderá incluir as músicas à vontade e disponibilizá-las no Spotify.

Via: The Verge

Esta post foi modificado pela última vez em 15 de outubro de 2020 19:47

Compartilhar
Deixe seu comentário
Publicado por
Da Redação