EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Com a ausência de vacinas e tratamentos comprovados, as máscaras faciais se tornaram itens indispensáveis na proteção contra o novo coronavírus. O acessório também trouxe uma oportunidade às empresas, que têm investido em incrementos tecnológicos nas peças, principalmente na Ásia.

No Japão, por exemplo, uma startup desenvolveu uma máscara que também pode ser usada para tradução. Chamado C-Face, o item transmite as palavras via Bluetooth para um aplicativo mobile, permitindo que as pessoas se comuniquem a uma distância de 10 metros. A empresa destaca que a máscara, feita de silicone, pode ser útil para que profissionais da saúde possam se comunicar com pacientes de forma segura.

publicidade

O produto ainda não está sendo comercializado, mas a startup pretende iniciar a venda em fevereiro por um custo de 4.000 ienes, algo em torno de R$ 215. A empresa arrecadou quase R$ 5,37 com uma campanha de financiamento e afirma que o produto é uma forma de “combater o vírus com tecnologia e sabedoria humana”.

Sensores médicos e purificação do ar

Já em Singapura, cientistas desenvolveram um modelo com sensores que podem medir a temperatura corporal, o batimento cardíaco, a pressão sanguínea e a oxigenação do sangue. Os dados são transmitidos por Bluetooth para um smartphone. “Tentamos pensar em uma forma de reduzir o perigo, permitindo um exame a distância”, explicou um dos responsáveis pela invenção.

publicidade

ReproduçãoLG Desenvolveu máscara que purifica e filtra o ar. Foto: Foto: LG/Divulgação

As grandes empresas de tecnologia também aproveitaram a onda. A LG desenvolveu a sua máscara, focada principalmente para as grandes cidades, já que ela é capaz de purificar o ar e filtrar a poluição. O produto é feito de plástico branco e possui design digno de filmes de ficção científica futurista, cobrindo desde o queixo até o nariz.

A máscara ainda conta com um ventilador para circulação do ar e dois filtros, um de cada lado do rosto, que podem se adaptar à capacidade respiratória do usuário. Segundo o projeto, ela pode bloquear a maioria das partículas nocivas e funciona como um purificador de ar comum.

Vale destacar que as máscaras ainda são consideradas o principal meio de prevenção do coronavírus. Portanto, sempre que for necessário sair de casa, lembre-se de usar o acessório o tempo todo.

Via: Isto é