EnglishPortugueseSpanish

Estação Espacial Internacional tem falhas em sistemas críticos

Redação 22 de outubro de 2020
publicidade

A noite de segunda-feira foi agitada na Estação Espacial Internacional. E no mau sentido. Três sistemas críticos da unidade falharam quase ao mesmo tempo: os tripulantes ficaram sem um banheiro, um gerador de oxigênio e um forno usado para aquecer alimentos.

A primeira falha foi em um banheiro no módulo russo, o Zvezda. Ao que tudo indica, uma bolha de ar causou um entupimento, que foi corrigido em poucas horas. Felizmente, há outro banheiro no módulo americano e mais um na espaçonave Soyuz MS-16, que estava acoplada à estação no momento da falha.

publicidade

O segundo defeito ocorreu em um sistema de geração de oxigênio, também no Zvezda. Os tanques que armazenam a água que é separada em oxigênio e hidrogênio por eletrólise estavam vazios. Um sistema redundante no lado americano da Estação garantiu a segurança dos tripulantes.

Para completar a noite, a terceira falha atingiu um dos fornos usados para aquecer alimentos. Não há detalhes sobre a localização do equipamento, mas há outros fornos na Estação.

Em declaração recente à agência de notícias russa RIA Novosti, o cosmonauta Gennady Padalka afirmou que todos os módulos russos precisam ser substituídos. Eles foram projetados para uma vida útil de 15 anos, mas já estão em uso há 20. A Rússia já está desenvolvendo o módulo Nauka, que deve ser lançado no segundo trimestre de 2021.

publicidade