A SpaceX  está a caminho de tentar o terceiro lançamento da Starlink este mês. O lançamento de outro lote de 60 satélites Starlink está previsto para sexta-feira (23), às 11h53 EDT (12h53, no horário de Brasília). 

A missão havia sido anunciada no Twitter com a data do dia 22 (ontem), mas um novo tuíte explicou o adiamento.

publicidade

 

 

 

Apesar disso, ainda existe a possibilidade do Falcon 9 booster B1060 – atribuído ao Starlink-14 – ainda poderá quebrar o recorde de reviravolta da SpaceX (e, portanto, o do mundo) para um foguete reutilizável de classe orbital.

Lançamentos bem-sucedidos

O retorno seguro do Falcon 9 B1051 é um marco significativo, mostrando que o sexto lançamento e o pouso bem-sucedido de seu antecessor, o Falcon 9 B1049, não foi um simples acaso.  

Os propulsores dos cinco voos não precisaram necessariamente de mais inspeção ou reforma, mesmo que o primeiro voo de qualquer propulsor, provavelmente, exija excepcional cuidado para documentar sua condição e garantir que os sistemas do foguete ainda estejam funcionando como esperado. 

Na verdade, o propulsor Falcon 9 B1049 foi recentemente visto por um usuário do Reddit aparentemente em armazenamento temporário, implicando que o foguete já foi preparado para sua sétima missão menos de 60 dias após o lançamento. 

 

Reprodução /  Richard Angle / Tesla

Voos anteriores foram bem-sucedidos e propulsores continuam a funcionar corretamente. Imagem: Reprodução /  Richard Angle / Teslarati

 

Próximas missões

 Após o Starlink-13, a frota de cinco propulsores Falcon 9 comprovados por voo da SpaceX tem uma média atual de 4,2 voos por propulsor – quase inconcebível apenas dois ou três anos atrás.

Enquanto o Starlink-14 não quebra ou dificulta qualquer recorde de reutilização, o Falcon 9 B1060 – agora em seu terceiro voo – está programado para ser lançado apenas 49 dias após seu segundo lançamento e pouso em 3 de setembro.

Em julho de 2020, a SpaceX quebrou o recorde mundial de reviravolta de foguetes de classe orbital quando o Falcon 9 booster B1058 foi lançado pela segunda vez em apenas 51 dias, quebrando o marco anterior de 54 dias, detido por mais de 35 anos pelo ônibus espacial da Nasa.

Se for bem-sucedido e não sofrer um atraso de 24 horas, o Falcon 9 booster B1060 está a caminho de roubar a coroa do propulsor B1058. Assim, o que antes era uma raridade, agora é provável que esse cenário se torne uma ocorrência regular, à medida que a SpaceX continua a explorar os limites da reutilização de propulsores.

A SpaceX realizará um webcast oficial,  às 11h53 EDT (12h53, no horário de Brasília). Acesse o vídeo abaixo para acompanhar:


Fonte: Teslarati