EnglishPortugueseSpanish
publicidade

O aplicativo Google Duo, serviço de chamadas de vídeo do Google, começou a receber nesta semana a capacidade de gerar legendas em conversas e mensagens de voz. A ideia é trazer mais acessibilidade para usuários com deficiência auditiva, mas também melhorar a comunicação em lugares barulhentos.

As legendas no Google Duo não são em tempo real, embora seja um bom avanço em termos de tecnologia. O anúncio da novidade foi feito pelo Google no Twitter no mês de agosto, mas somente agora ela começou a ser distribuída para os usuários. Ainda assim, é possível que muitos não tenham a novidade disponível no aplicativo de imediato.

publicidade

publicidade

A nova função também é baseada no idioma padrão do celular, logo, ela pode funcionar em diversos idiomas. O Google não confirmou, até então, com quais idiomas ele será compatível (além do inglês).

Disponível para Android e iOS

De acordo com a página de suporte do Google, o recurso está disponível para celulares e tablets Android, mas também em dispositivos iOS. Para utilizá-lo, informa a empresa, basta abrir o aplicativo, acessar os ajustes de mensagens, e então ativar as legendas. 

O Google também alerta que as legendas e os clipes de áudio “são enviados para os servidores do Google para transcrição”. Mas a empresa reforça que exclusivamente os áudios são enviados, não os vídeos, e que nenhum arquivo é armazenado. Também cita que nenhuma informação pessoal é compartilhada.

Reprodução

Novo recurso do app Google Duo permite transcrever falas de videochamadas, mas ainda não está disponível para todos usuários. Imagem: Android Police/Reprodução

A empresa também informa que se o usuário optar por deletar sua conta no Duo, todas as mensagens que não foram previamente salvas serão deletadas.

O novo recurso é independente do aplicativo Duo e não tem relação com a função ‘Transcrição instantânea’, disponível em celulares da linha Pixel. Essa função, especificamente, pode transcrever e gerar legendas em vídeos, áudios, músicas.

Via: Android Police