Xbox Series X e S chegam ao Brasil em 10 de novembro, confirma Microsoft

Nesta sexta-feira (23), a Microsoft colocou fim ao mistério sobre a chegada dos Xbox Series X e S ao Brasil. De acordo com a empresa, seguindo o cronograma mundial, os consoles estarão à venda por aqui a partir de 10 de novembro.

O anúncio sobre os preços que seriam praticados por aqui, que aconteceu em setembro, foi a única grande revelação da empresa na época. Isso porque não havia data para início da pré-venda e nem indício do lançamento oficial. Felizmente, os entusiastas da marca poderão colocar as mãos nos novos videogames junto com o restante do mundo.

O Xbox Series X, console mais poderoso já criado pela marca, chega por aqui com leitor de discos Blu-Ray pelo preço sugerido de R$ 4.999. A segunda versão, batizada de Series S, é ligeiramente menor e não possui drive de disco. Por isso, o preço praticado por aqui será de R$ 2.999.

Diferenças entre as versões

Os consoles não se diferem apenas no preço e no tamanho, há configurações distintas. Vale analisar separadamente o que cada um oferece para definir qual se enquadra melhor às suas necessidades. Confira a ficha técnica de ambos.

A diferença que acaba chamando muita atenção é a resolução. Enquanto o Series X consegue atingir uma resolução em 4K, o S chega a 1440p – ambos com taxa de quadros máxima de 120 fps.

O SSD, que é a capacidade de armazenamento do console, chega a 1 TB no Series X e a 512 GB no Series S. É uma boa diferença considerando que 1 TB equivale a 1024 GB – no entanto, esse não deve ser o valor de armazenamento presente, já que uma parte deve ser reservada para o espaço interno do sistema.

A última grande diferença está na capacidade de reproduzir mídias físicas. O Series S não possui um leitor de disco, sendo um console totalmente digital – assim como o Xbox One S All-Digital. Enquanto isso, o Series X conta com um drive de disco 4K UHD Blu-ray.

Em comparação a atual geração, o Xbox Series S oferece 4x o poder de processamento de um Xbox One. O seu SSD é alimentado pelo Xbox Velocity Architecture, o que traz 40x a largura de banda I / O de um Xbox One, o que significa carregamentos mais rápidos e uma taxa de quadros mais estável.

Esta post foi modificado pela última vez em 23 de outubro de 2020 17:00

Compartilhar
Deixe seu comentário
Publicado por
Luiz Nogueira