EnglishPortugueseSpanish
publicidade

No último sábado (24), o foguete Falcon 9 da SpaceX lançou 60 satélites Starlink a partir do Complexo de Lançamento Espacial 40 (SLC-40) da Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral, na Flórida. A missão, que marcou o 100º voo bem-sucedido de um foguete Falcon desde sua estreia em 2008, aproximou a empresa de outro marco: possuir mil satélites em órbita na sua constelação.

Se todos os 60 satélites Starlink-14 conseguirem alcançar até suas órbitas finais, a constelação terá mais de mais de 800 satélites de comunicações operacionais. Com mais outros quatro lançamentos poderá chegar aos mil. Cobrindo uma distância vertical de 6 km por dia, cada lote de satélites Starlink leva aproximadamente 30 a 60 dias para alcançar suas órbitas operacionais e se juntar ao resto da frota. 

publicidade

A missão do sábado ainda trouxe novos números para a SpaceX, já que foi a 63ª vez que a empresa pousou com sucesso um foguete Falcon, o 55º lançamento orbital com um pouso bem-sucedido e a 43ª missão a reutilizar um foguete.

“A SpaceX acredita que foguetes totalmente reutilizáveis ​​são o avanço fundamental necessário para reduzir drasticamente o custo de acesso ao espaço para permitir que as pessoas viajem e vivam em outros planetas”, escreveu a empresa, em um comunicado oficial. “Enquanto a maioria dos foguetes pode ser dispensada após o lançamento – semelhante a jogar fora um avião após uma viagem só de ida de Los Angeles a Nova York – a SpaceX está trabalhando em direção a um futuro no qual foguetes reutilizáveis ​​são a norma”, completa.

Via: Teslarati

publicidade