EnglishPortugueseSpanish

O Governo de São Paulo, por meio da Empresa Metropolitana de Águas e Energias (Emae), vai testar uma máquina para capturar pernilongos. O projeto, que foi desenvolvido em parceria com a Nasa, será implementado no rio Pinheiros, na capital.

De acordo com a Emae, por meio de uma tecnologia de temperatura, o equipamento imita o calor corporal de um humano para atrair os insetos. A partir disso, um ventilador a vácuo é responsável por sugá-los para dentro do equipamento. Segundo a empresa, estima-se que 3.000 mosquitos serão pegos por dia de utilização do maquinário.

publicidade

Essa fase, que será implementada nas imediações da Usina São Paulo, antiga Usina de Traição, faz parte de um teste para verificar a eficácia da tecnologia, que foi apresentada à Emae por uma empresa especializada. 

Em caso positivo, o sistema poderá ser adotado e amplamente difundido como parte do Programa Novo Rio Pinheiros que, desde 2019, faz o desassoreamento, remoção de resíduos e vegetação aquática do rio. 

Cidade mais inteligente do Brasil

A cidade de São Paulo ficou em primeiro lugar na edição 2020 do Ranking Connected Smart Cities 2020. O posto dá ao município o status de mais inteligente e conectado do Brasil. Na disputa, estiveram 673 cidades do país com mais de 50 mil habitantes. Em segundo e terceiro lugar estiveram Florianópolis (SC) e Curitiba (PR), respectivamente.

Para a formação do ranking foram analisados 11 eixos temáticos: mobilidade, urbanismo, meio ambiente, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo, governança e energia. 70 indicadores também entraram na análise.

Na premiação, a capital paulista se destacou em dois aspectos, sendo mobilidade e acessibilidade, até por conta das várias possibilidades de locomoção que podem ser encontradas na cidade. Ainda sobre estes indicadores, São Paulo ressalta a expansão das linhas de metrô e o planejamento para construção de novos ramais nos próximos anos.

O Ranking analisou várias cidades com o objetivo de classificar quais são os municípios mais inteligentes do Brasil. Créditos: Metamorworks/Shutterstock

O fator 400 quilômetros de ciclovias, bem como a variedade de destinos que podem ser acessados por meio dos aeroportos de Congonhas e Guarulhos, também influenciaram na decisão de colocar a cidade no primeiro lugar da sexta edição do levantamento.

Nos setores de tecnologia e inovação, São Paulo também saiu na frente. A cidade possui três parques tecnológicos e 11 incubadoras, que inclusive são responsáveis por 4,1% dos empregos formais. O município ainda contabiliza, atualmente, 85 pontos de acesso à internet por 100 habitantes. 56,3% destes polos são de conexão de banda larga com velocidade acima de 34 mb.

Ainda sobre o ranking, o levantamento conta classificação geral, classificação por eixo temático e faixa populacional.