EnglishPortugueseSpanish

Finalmente, deu tudo certo. A amostra coletada do asteroide 101955 Bennu pela sonda Osiris-Rex está segura dentro da espaçonave e a caminho da Terra. Essa foi uma semana de tensão para os responsáveis pela missão, já que o plano da Nasa deu tão certo que foram coletados mais do que os 60 gramas de material previstos inicialmente – com isso, pedaços menores de rocha foram vistos escapando da espaçonave.

Na última quarta-feira (28), a equipe da missão enviou comandos para a Osiris-Rex, instruindo-a a fechar a cápsula. O movimento foi bem-sucedido e a amostra pousará no deserto de Utah em setembro de 2023 – se tudo continuar dando certo.

publicidade

Foram dois dias trabalhando ininterruptamente para realizar o procedimento, que exigiu a supervisão contínua da equipe. Para que a espaçonave prossiga com cada etapa da sequência de armazenamento, a equipe teve que avaliar as imagens e a telemetria da etapa anterior para confirmar se tudo deu certo e a sonda estava pronta para continuar.

O problema é que a Osiris-Rex está atualmente a mais de 330 milhões de quilômetros da Terra, isso exigiu que a equipe trabalhasse com um atraso de tempo superior a 18 minutos para que os sinais que viajassem em cada direção. Os técnicos ainda tinham que avaliar continuamente o alinhamento do braço mecânico da espaçonave para garantir o coletor estava sendo colocado corretamente.

As imagens transmitidas ainda ajudaram a observar se qualquer material escapou da cápsula – o que poderia atrapalhar o processo, caso as rochas ficassem nas engrenagens. Algumas partículas escaparam durante o procedimento, mas a Nasa está confiante de que uma grande quantidade de material permaneceu dentro do container.

“Dada a complexidade do processo de colocar a cabeça do coletor de amostra no anel de captura, esperávamos que seriam necessárias algumas tentativas para colocá-lo na posição perfeita”, conta Rich Burns, gerente de projeto Osiris-Rex no Goddard Space Flight Center. “Felizmente, a cápsula foi capturada na primeira tentativa, o que nos permitiu executar rapidamente o procedimento de recolhimento”, completa.

Como seguro morreu de velho, a equipe aproveitou o tempo para fazer uma “verificação de retorno”. Essa sequência de comandos fez com que o braço da sonda puxasse a ponta do coletor, garantindo que as travas estivessem bem presas. Com tudo no lugar, os técnicos da Nasa completaram a etapa final do processo de armazenamento da amostra: fechar a cápsula dentro da Osiris-Rex.

Com essa etapa superada antes do tempo (estava originalmente programada para começar no início de novembro), a Nasa agora se concentrará na preparação da espaçonave para a viagem de retorno à Terra. A janela de partida abre em março de 2021 para a Osiris-Rex começar sua viagem de volta para casa, e a espaçonave tem como objetivo a entrega da cápsula com a amostra em 24 de setembro de 2023.

Via: Nasa