EnglishPortugueseSpanish
publicidade

O mês de Novembro começa com o envio de foguetes da United Launch Alliance, da SpaceX e da ÑuSat. Além disso, terá cosmonautas caminhando no espaço para verificações no hardware externo da Estação Espacial Internacional (ISS). O mês terminará com um eclipse lunar.

Veja a seguir o nosso calendário astronômico, com os principais fenômenos do mês.

publicidade

3 de novembro: o foguete Atlas V, da United Launch Alliance, lançará uma nave espacial classificada para o U.S. National Reconnaissance Office. A missão, NROL-101, decolará da Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral, na Flórida, às 19h58 (horário de Brasília).

5 de novembro: foguete da SpaceX, Falcon 9, lançará o quarto satélite de navegação de terceira geração da Força Aérea dos EUA, designado GPS 3 SV04, para o Sistema de Posicionamento Global. A nave decolará da Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral, na Flórida, em uma janela de lançamento de 15 minutos que se abre às 20h24 (horário de Brasília).

 

SpaceX/Reprodução

publicidade

Satélite de navegação de 3ª geração da Força Aérea dos EUA será lançado pela SpaceX. Imagem: SpaceX/Reprodução

 

6 de novembro: foguete chinês Long March 6 lançará dez satélites de imagem ÑuSat para a Satellogic, uma fabricante argentina de satélites e empresa de sensoriamento remoto. A missão decolará do Centro de Lançamento de Satélites de Taiyuan, na província chinesa de Shanxi.

7 de novembro: veículo de lançamento de satélite polar da Índia (PSLV-C49) lançará o satélite de observação da Terra EOS 1 (anteriormente conhecido como RISAT 2BR2) para a Organização de Pesquisa Espacial da Índia. A missão decolará do Centro Espacial Satish Dhawan em Sriharikota, Índia, às 6h32 (horário de Brasília).

12 de novembro: a Lua minguante estará em conjunção com Vênus, a Estrela da Manhã, às 4h15 (do dia 13). Procure o par acima do horizonte, ao leste, antes do amanhecer.

14 de novembro: SpaceX lançará sua primeira missão operacional Crew Dragon para a Estação Espacial Internacional, chamada Crew-1, com os astronautas da Nasa, Michael Hopkins, Victor Glover e Shannon Walker e o japonês Soichi Noguchi. A missão será lançada do Kennedy Space Center da Nasa, em um foguete SpaceX Falcon 9, às 21h49 (horário de Brasília).

16 de novembro: foguete Arianespace Vega lançará o satélite de observação da Terra SEOSat-Ingenio, e o satélite de pesquisa científica Taranis do Centro Espacial da Guiana, em Kourou, Guiana Francesa, às 22h52 (horário de Brasília).

 

 

Arianespace/Reprodução

Foguete Arianespace Vega lançará satélites do Centro Espacial da Guiana Francesa. Imagem: Arianespace/Reprodução

16-17 de novembro: pico da chuva de meteoros Leônidas.

18 de novembro: os cosmonautas Sergey Ryzhikov e Sergey Kud-Sverchkov farão uma caminhada espacial de seis horas fora da Estação Espacial Internacional para verificar o hardware da estação externa e experimentos científicos. A caminhada no espaço está programada para começar aproximadamente às 11h30 (horário de Brasília).

No mesmo dia, o foguete Falcon 9 lançará uma carga de nave espacial para o U.S. National Reconnaissance Office. A missão, designada NROL-108, decolará da Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral, na Flórida.

19 de novembro: a Lua crescente estará em conjunção com Júpiter às 05h57 (horário de Brasília). Pouco depois, estará em conjunção com Saturno às 11h51 (horário de Brasília). Procure o trio no céu noturno.

24 de novembro: lançamento do foguete russo Angara-A5, em seu segundo voo de teste orbital, do Cosmódromo de Plesetsk, na Rússia.

25 de novembro: Lua crescente estará em conjunção com Marte às 16h46 (horário de Brasília). Procure o par acima do horizonte, ao leste, e após o pôr do sol.

29 de novembro: foguete japonês H-2A lançará o primeiro satélite de relé óptico de dados do Japão, com uma carga útil de comunicações a laser em órbita geossíncrona. A nave partirá do Centro Espacial Tanegashima do Japão, entre 4h15 e 6h15 (horário de Brasília).

30 de novembro: um eclipse lunar penumbral será visível nas Américas, Austrália e Ásia. A Lua começará a passar pela sombra da Terra às 4h32 (horário de Brasília) e o eclipse durará 4 horas e 20 minutos. Outro fenômeno que acontece no mesmo dia será a Lua cheia de novembro, conhecida como “Lua do Castor”, que ocorrerá às 6h30 (horário de Brasília).

Para fechar o mês, o foguete SpaceX Falcon 9 lançará o satélite de comunicações Turksat 5A para o operador turco de satélites Turksat. A missão partirá da Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral, na Flórida.

 

Como se orientar

Para facilitar a orientação e saber em que direção olhar, é importante identificar os principais pontos cardeais. Para isso, você pode usar um velho truque ou um app em seu celular.

O velho truque é baseado numa frase que você deve ter aprendido na escola: “o sol nasce a leste e se põe a oeste”. Fique em pé e estique os braços, com o direito apontando para o nascente, e o esquerdo para o poente. Então você terá o leste à direita, o norte à frente, o oeste à esquerda e sul atrás de você.

 

Reprodução

Aplicativos de Bússola do Android (à esquerda) e no iOS.

 

Quanto ao app, existem inúmeras opções. Quem usa um iPhone não precisa de um app extra, basta usar o “Bússola”, que é parte do iOS. Para Android minha recomendação é o “Apenas uma bússola”, da PixelProse SARL, que é bonito, simples, gratuito e, mais importante, sem anúncios.

 

Erramos: o texto foi alterado

Diferentemente do publicado na versão anterior, no dia 12, a lua minguante deve aparecer no horizonte às 4h15, não às 18h30. O texto foi corrigido.